Archive for 2011/07/01


Nunca vi disto

😛 ROTFLMAO

Continuar a ler

Uma imagem

Epic Dungeoneer: Call of the Lichlord

Epic Dungeoneer: Call of the Lichlord

A conhecida loja online Maelstrom Games lançou a sua linha de acessórios para wargames de miniaturas, designada Templar’s Forge. Nesta linha estão acessórios para Fantasia, História Alternativa e 2ªGrande Guerra a 15mm, para além de dados com a assinatura Maelstrom, templates, counters, trays de movimento, marcadores de objectivos, cenário, etc. Para já no lançamento estão os acessórios a 15mm para WWII (leia-se FoW) a cobrir os exércitos Ingleses, Franceses, Alemães (na França e na Polónia) e Polacos.

UN Mata pela 2º Vez

Se calhar não faz muito sentido esta notícia no blog mas acho que é interessante e então aqui vai.

 

Pela segunda vez na História da Humanidade a UN vem anunciar que conseguiu erradicar uma doença do mundo. Continuar a ler

Sake & Samurai

Do autor Matteo Santus, a editora italiana Albe Pavo está-se a preparar para lançar o jogo Sake & Samurai, na feira de Essen em Outubro.

Com certeza que não terá nada a ver com a série estar agora a passar, mas a Bantam Books anunciou a publicação da saga A Song of Fire & Ice em formato de comic.


Será ilustrada por Tommy Patterson e adaptada por um tal Daniel Abraham. Pretendem lançar o primeiro issue já em setembro.

A loja online da Manorhouse Workshop tem 6 novos botes à venda.

Wayland recusa Finecast

A Wayland Games anunciou que não irá vender para já, a actual linha de modelos Finecast da Games Workshop, devido a esta ter demasiados problemas de qualidade. De várias encomendas que recebeu da GW, verificou que tinha problemas em  17 (57%) de 30 e 16 (53%) de 30, num total de 33 (55%) de 60 blisters em que verificou erros nos modelos. A Wayland Games informou que irá efectuar re-stock das miniaturas de Finecast quando a Games Workshop garantir uma melhor qualidade nos produtos.

If…then…else…goto error

Ele há um senhor autor de jogos que um dia em 1993 foi ter com uma empresa e lhes propos um jogo de tabuleiro que andava a desenvolver havia uns bons oito anos. Os senhores da dita empresa acharam aquilo muito complicado apesar de parecer muita fixe, com robots a correrem de um lado para o outro e tal, e a dispararem e não sei que mais, e caótico como tudo. Mas quando se colocaram a fazer as contas daquilo tudo, acharam que a coisa era assim para o complicado e caro de produzir e perguntaram ao senhor autor se não teria antes um joguinho mais simples, que envolvesse só umas cartitas e tal. O senhor autor lembrou-se de um baralho que trazia ali no bolso de um joguinho que andava a testar havia uns tempos com os seus alunos. E mesmo assim em estado de protótipo foi este joguinho de cartas, que foi escolhido para ser editado pela Wizards of the Coast. O senhor professor encolheu os ombros e passado um ano deixou de ser professor e passou a trabalhar para a WotC. Depois do Magic: The Gathering o tornar milionário, o senhor Richard Garfield já tinha fama suficiente para 2 anos volvidos lhe aceitarem editar o tal jogo dos robots. O nome desse jogo: RoboRally. Continuar a ler

%d bloggers like this: