Archive for 2011/01/18


American Uncivil War Miniatures

A Architects of War lançou novas miniaturas na sua linha de 28mm denominada American Uncivil War:

Union Skirmishers

Union Skirmishers

Despicable Deserters

Despicable Deserters

C3i 25 no P500

A GMT Games colocou no P500 a edição nº25 da revista C3i.

A Edição 25 é dedicada à memória do Charles S. Roberts, que faleceu no passado dia 20de Agosto de 2010. Charles S. Roberts foi o fundador da Avalon Hill Game Company, e autor de muitos dos originais e agora clássicos wargames, e estabeleceu as fundações dos wargames e boardgames modernos, como por exemplo: Tactics, Tactics II, Gettysburg, D-Day, Chancellorsville, Civil War, U-Boat, Bismarck e Afrika Korps.

Para já o alinhamento de artigos da C3i nº 25 é o seguinte:

Dois cenários para o Combat Commander: Pacific :

  • Cenário 113 – Taking the Knoll por Kai Jensen e Bryan Collars. Este cenário decorre na fase final da Campanha da Nova Guiné e coloca os Australianos contra os estafados defensores Japoneses que restam na Nova Guiné.
  • Cenário 114 – First Joust with Galahad por Volko Ruhnke. Este cenário coloca a acção no Norte de Burma com forças americanas avançadas, a enfrentarem os agressivos Japoneses.

Combat Commander: New Guinea – Notas do Autor, por John A Foley.

Clio’s Corner, Nr2: Desta vez MArk Herman debruça-se sobre os prós e os contras do forçar da narrativa através das cartas no género dos CDG’s.

Don’t Give Up the Ship! – Uma visita guiada à série Flying Colors Series e Serpents of the Seas por Mark Barker.

Flying Colors/Serpents of the Seas – Novos cenários para frotas e duelos, por Mark Barker

Novos cenários para o SPQR Deluxe (GBoH):

  • Lightning Across Iberia – As campanhas de Hamilcar Barca na Península durante a 2ª Guerra Púnica
  • As Batalhas de Baetis River (237 BC) e Tader River (229 BC), por Carlos Gomez Ibañez

Close-Up – Labyrinth: The War on Terror 2001-?, por Volko Ruhnke e Joel Toppen. Um artigo sobre o desenvolvimento deste jogo, pela mão dos responsáveis pelo seu desenvolvimento, com duas regras opcionais novas – e dois counters novos! E ainda para melhorar a experiencia do jogo solitário, “Jihadist Activities Refined” pela mão do Volko Ruhnke – dois novos fluxogramas! E ainda uma Session Report de um mano-a-mano entre Volko Ruhnke e Joel Toppen.

For the People – Defendendo a União ou 22 passos para o nirvana da rapaziada, por Mark Herman e Herr Dr (David Dockter) – Este artigo analisa os mais importantes p´rincipios estratégicos com vista a melhorar a União quando esta está mais frágil em 1862, às invasões da Confederação.

Novos cenários para o Commands & Colors Ancients Imperial Rome:

  • A Batalha de Adrianople, 378, é uma das mais decisivas batalhas do Império Romano, erroneamente catalogada por vezes como o inicio do fim do Império. Enquanto que os seus efeitos são bem conhecidos, os seus detalhes são surpreendentemente vagos. Sabe-se com confiança que a batalha começou antes dos Romanos terem todo o seu exército pronto, devido à impaciência de um subordinado, mas os escassos relatórios que chegaram aos nossos dias, não definem em que flanco a esta situação ocorreu. O mais certo é os detalhes serem tão vagos, porque tantos dos lideres romanos morreram, incluindo o próprio Imperador.  Assim são apresentados dois cenários épicos desta batalha pela mão de Richard Borg e Kevin Duke.

Tannenberg: Breaking the Code – as escolhas estratégicas para ambos os lados de Clash of Giants por Mark Stille

Clash Of Giants: De Tannenberg a Gettysburg – Notas do autor Ted Raicer

Jogadas de abertura para o Empire of the Sun – uma análise que mostra como ultrapassar as limitações económicas e recolher os beneficios politicos quando se joga com o Japão, bem como a importância estratégica da Nova Guiné e das Ilhas Salomão, pela mão do Pablo García Silva.

Jogo gráits completo nesta edição da C3i:

  • Battle for Moscow, 1941 – um desenho do Frank Chadwick, da Victory Point Games.

Uma folha de counters 9/16″ para:

  • Battle for Moscow
  • Labyrinth
  • Ardennes’44
  • Asia Engulfed
  • Normandy’44
  • Successors
  • The Caucasus Campaign

 

Uma imagem

Mare Nostrum

Mare Nostrum

A Grande Guerra reportada

O SpielPortugal, pela mão do Carlos Brainstorm Ferreira, apresentou o Relatório de mais uma sessão do jogo Paths of Glory (o ex número 1 do BGG), efectuado na passada quarta-feira, no encontro do Grupo de Boardgamers de Lisboa, tal como tinha sido fotografado pelo FGG, e recorreu às evidências fotográficas do FGG, para demonstrar como é que os Alemães comem croissants. Ao Carlos e ao SpielPortugal, o meu obrigado por mais este Session Report!!

Loch Ness pela Rio Grande

A Rio Grande Games publicou o Loch Ness, do autor Claus Stephan, onde se tenta tirar a melhor foto ao monstro, que cada vez mais chama a atenção do mundo.

Spin the Bottle

Não! Não estou doido! Existe mesmo este jogo!!

O Spin the Bottle foi editado pela McNutty Games, e tem como autor um tal de Frank Bresee. Aqui em vez de se andar a beber uma bejeca de cada vez que a garrafa aponta para nós (versão soft, que conheço* de ouvir falar de outras mais hardcore), anda-se à volta do tabuleiro a recolher cartas, e a executar as parvoíces que ai nos mandam fazer, entre elas as cartas de Garrafa, e quem for o primeiro a ter 10 Garrafas na mão ganha o jogo.

* sim! Só conheço, e ouvi falar de, que a minha cara-metade também lê isto!!! 😛

BGI – O rival do BGG

O site BoardgameInfo abriu à poucos dias a sua versão Beta, e pretende ser um rival directo do BGG, mas diferente. Eis alguns dos pontos em que o BGI se quer destacar:

  • Uma página inicial limpa e sóbria
  • Reviews multimédia
  • Grande ênfase em serviços para lojas e grupos de jogadores
  • Não terem anúncios para lojas online
  • Feeds de noticias e calendários de eventos

Quem se quiser inscrever pode fazê-lo a partir daqui.

 

Estratégias do General Inverno

Tide of Iron: Fury of the Bear, a próxima expansão para o Tide of Iron, vai chegar em breve, e convém começar a olhar para as novas possibilidades que esta expansão permite, mais concretamente para o Deck Combinado de Estratégias.
Para além dos novos deck de Estratégia, vamos ter este novo tipo de deck que contém cartas especificas de cada nação, ao contrário dos outros decks partilhados, com uma composição de 50% de cartas neutrais (qualquer jogador pode usar uma carta destas) e 25% de cartas Almeãas e 25% de cartas Soviéticas (que só pode ser usado pelo jogador correspondente). No inicio do jogo este deck vira-se a carta do topo e coloca-se virada para cima no topo do deck. Se for uma carta neutral, qualquer jogador pode recolhe-l, no entanto se for uma carta especifica de nação, sóesse jogador a pode ir buscar (a não ser que seja subvertida). Assim que a carta é removida, vira-se a próxima carta do topo. Como uma carta do adversário não é em nada útil é possível pagar o seu custo em pontos de comando para a descartar e revelar assim a próxima carta do deck. Também se podem subverter cartas de nação que estejam na área de jogo do adversário, forçando-as a serem descartadas.

Fantasy Flight Games lançou a App Arkham Horror Toolkit, disponivel na App Store, para iPhone, a ser usada como auxiliar durante jogos de Arkham Horror.
Esta app tem um conjunto de ferramentas para aumentar e melhorar ainda mais a experiência de jogo do Arkham Horror, tomando conta de muitas das tarefas mais chatas do jogo, e deixando o jogador concentrar-se naquilo que precisa de fazer: livrar Arkham e redondezas das forças do Antigos.

Para o General de Fantasia

A Gale Force 9 lançou uma linha de tokens, para já com dois produtos, para usar nas batalhas de Warhammer Fantasy Battles.

O realizador James Cameron (que fez um filme que recontou a história da Pocahontas, e outro em que recontou a história de um naufrágio), fartou-se de dizer mal de Hollywood, por fazerem demasiados filmes que são o recontar de histórias famosas, ou que usam licenças de outras indústrias, só para venderem bilhetes. Em particular, referiu um projecto de filme baseado num jogo de tabuleiro – Batalha Naval – que considerou ridículo e degradante da arte do cinema.

%d bloggers like this: